A família comprou um cachorro, mas o veterinário chamou a polícia assim que o viu

Cãozinho Preto
Facebook/MisiuGreen

Por que o veterinário chamou a polícia?

Sue Yun é da China e vive em Yunnan. Ela e sua família conversaram por muito tempo sobre criar um cachorro. Um dia, eles foram a um pet shop para encontrar um cãozinho. Um filhote fofinho e peludo chamou a atenção de Sue, e ela soube imediatamente: era este que ela queria.



Novo membro da família

Foi amor à primeira vista quando Sue e sua família viram o cãozinho. Eles não precisaram pensar a respeito por muito tempo: este cãozinho iria pra casa com eles. Antes de ir para casa, eles perguntaram ao gerente da loja que tipo de cachorro ele era. Ele respondeu com confiança que era um mastim tibetano. Sue estava muito feliz, pois esta raça de cachorro cresce e eles ficam grandes, lindos e muito peludos. Ela o chamou de Pretinho Fofinho.

Comportamento estranho

Assim que chegaram em casa, Sue percebeu que o comportamento do cãozinho era único e muito diferente do comportamento de outros cachorros. O cão tinha um apetite insaciável. Ele comia dois baldes de macarrão e uma caixa de frutas todo dia. O fofo cãozinho também latia de uma maneira esquisita. Não parecia o “au au” comum, e sim com um grito. O gerente do pet shop já havia dito que os mastins tibetanos são uma raça especial, então Sue não se preocupou muito a respeito disso. O Pretinho Fofinho obviamente gostava muito de estar com Sue e sua família, que cuidavam dele com muito amor.

Por que será que Sue acabou levando-o ao veterinário? Continue lendo para descobrir o que aconteceu.